HOME QUEM SOMOS COLUNISTAS ESPECIALIZADOS PROPOSTA EDITORIAL TUTORIAL FALE CONOSCO
   
ASSUNTOS
  JUDAISMO  
  ASTROLOGIA
  ESOTERISMO
  MAÇONARIA
  MAGIA
  MITOLOGIA
  RELIGIÕES
  ROSACRUZ
  SOCIEDADES SECRETAS
  TEOSÓFICA
  ARTES CÊNICAS
  ARTES PLÁSTICAS
  ARQUEOLOGIA
  AUTOMOBILISMO
  AVIAÇÃO
  BIODIVERSIDADE
  CIÊNCIAS
  CULINÁRIA
  DIREITO
  ESPAÇOS CULTURAIS
  ESPETÁCULOS
  ESPORTES
  ESPORTES AÉREOS
  ESTÉTICA E BELEZA
  HISTÓRIA
  INFORMÁTICA
  LITERATURA
  MEDICINA E SAÚDE
  MODA
  MONARQUIA
  MUSEUS
  NOTÍCIAS
  OVNIS
  POLÍTICA E ECONOMIA
  PSICOLOGIA
  TURISMO
  UTILIDADE PÚBLICA
 
  BUDISMO | CRISTIANISMO | DRUIDISMO | ESPIRITISMO | JUDAISMO | WICCA | XAMANISMO  
 
   

Salmos, como usar o poder e a magia ocultos neles.

Mago Selaht

Os Glifos do alfabeto de fogo hebraico irradiam luz e força, como Iantras, desenhos que liberam energia de forma, os sons são como mantras

Salmos são “Mantras”, orações ritmadas que abrem uma conexão com o Criador. Os sons originais dos salmos em hebraico, (a melhor língua para os salmos) devem ser repetidos sempre da mesma forma, essa repetição amplifica o poder deles.

Os salmos estão repletos de códigos divinos que agem no inconsciente do leitor e do cantor. As palavras dos Salmos são palavras de Força, palavras de Poder.

Para atingir seus objetivos, sugiro que um mesmo Salmo seja recitado ou cantado por 3, 7 ou 21 dias seguidos, essa repetição estará gerando uma Força indescritível na conquista dos seus benefícios.

Salmos Significados ocultos
SALMO 1:
Desenvolve a clarividência e o poder de cura.
SALMO 3:
Facilita a execução das coisas. Ajuda a combater os inimigos e na obtenção da luz.
SALMO 4: Favorece as pesquisas, domina as viagens, protege quem lida com fogo. Ajuda-nos a conhecer os traidores, apazigua os tormentos do espírito e afasta a tristeza.
SALMO 5:
Para a angústia e insônia, para êxito financeiro e contra calúnias e traições.
SALMO 6:
Proteção contra bandidos, conciliações gerais e contra crueldade e falsidade.
SALMO 7:
Contra estados depressivos, contra todos os males de saúde. Proteção contra inimigos.
SALMO 8:
Revela as verdades através dos sonhos, ajuda a resolver as questões judiciais e a obter o socorro rápido.
SALMO 9:
Combater as tristezas, faz revelar as coisas em sonhos. É o Salmo dos músicos, poetas e filósofos. Auxilia no processo de insônia.
SALMO 10:
Cura doenças, livra da depressão e opressão, faz conhecer o sucesso e alcança-lo pelo próprio esforço e talento.
SALMO 11:
Protege dos distúrbios da natureza como tempestades chuvas e incêndios. Favorece relações comerciais e amplia oportunidades de negócios.
SALMO 12:
Situações de conflito. Eleva a fé, força e coragem. Neutraliza o medo e a vaidade. Resguarda o lar e a família.
SALMO 13:
Extingue a mágoa e o desânimo, purifica os pensamentos.  Evita a frustração.
SALMO 14:
Para o desânimo, afasta tentações nocivas, contra a ausência de crenças. Destrói vícios.
SALMO 15:
Para a sensatez. Protege contra os enganadores e caluniadores. Traz paz, tranquilidade e resignação. Estimula o desejo de bem ao próximo.
SALMO 16:
É recomendado para achar objetos perdidos ou escondidos, saber quem os escondeu, ajuda em heranças, com problemas de documentação. Afasta vícios.
SALMO 17:
Traz a segurança contra calamidades da natureza, estimula a intuição e clareia o pensamento.
SALMO 18:
Domina a fama, ajuda na obtenção da vitória e protege os artistas e sábios.
SALMO 19:
Para estimular a fé a crença e a confiança. Estimular o dom da escrita e fortalecer a memória. Livrar da depressão e tristeza.
SALMO 20:
Estimula a vontade para a harmonia conjugal, atrai sorte e sucesso em novos empreendimentos e sintoniza o corpo e a mente.
SALMO 21:
Acalma a Alma e o Espírito, consola nas perdas de entes queridos e estimula o ato do perdão.
SALMO 22:
Restabelece a felicidade conjugal e familiar.
SALMO 23:
Afasta o desespero, atrai responsabilidade e independência. Ajuda a alcançar metas, para ter uma boa viagem.
SALMO 24:
Abundância e Prosperidade. Confiança em Deus. Purifica o pensamento. Protege contra calúnias e maledicências. Estimula o autoconhecimento.
SALMO 25:
Ajuda a obter a misericórdia de Deus e a cumprir uma promessa.
SALMO 26:
Para encontrar pessoas desaparecidas, protege contra injustiças, ajuda na rápida realização dos desejos.
SALMO 27:
Afasta o medo, defende de riscos, perigos ataques do mal e distancia más companhias e intrusos.
SALMO 28:
Promove a paciência. Ajuda em alterações rápidas em negócios e a progredir financeiramente.
SALMO 29:
Respeito entre pais e filhos, conserva a saúde.
SALMO 30:
Afasta os caluniadores, salva das más influências. Este Salmo protege os matemáticos.
SALMO 31:
Protege da opressão. Ajuda a conquistar o perdão de falhas e defeitos e redimir-se de culpas.
SALMO 32:
Protege os exilados, os fugitivos e condenados, para que não cometam os mesmos erros. Nos protege contra ladrões e assassinos.
SALMO 33:
Ajuda a conhecer e a lidar com os traidores, aprender tudo facilmente. Viver em paz com as pessoas, destacar-se nos estudos e desempenhar as tarefas com facilidade.
SALMO 34:
Para a proteção contra o abandono e a injustiça. Para o êxito no desempenho de tarefas. Estimula a solidariedade e e na defesa dos pobres e oprimidos.
SALMO 35:
Ajuda a vencer desafios, protege contra energias maléficas e traz a justiça.
SALMO 36:
Domina as mudanças. Mostra a verdade para recorrer a Deus em momentos de desespero.
SALMO 37:
Cura doenças da velhice e fortalece a memória.
SALMO 38:
Descontrai a mente e combate o nervosismo, purifica a mente afasta a culpa e dá abnegação de bens materiais.
SALMO 39:
Para obter boa memória, para quem vai prestar concursos Públicos.
SALMO 40:
Socorro para escapar de traições e maledicências. Para desejar o bem e no auxílio para os pobres e necessitados.
SALMO 41:
Estimula a cura e acalma perturbações espirituais, proporciona a estabilidade financeira e acalma o sofrimento.
SALMO 42:
Incentiva e facilita encontros amorosos, a confiabilidade e ajuda a afastar a solidão.
SALMO 43:
Orienta para manter a fidelidade no amor e a afastar o perigo de conflito entre nações.
SALMO 44:
Elimina a dificuldade em preservar a alegria e satisfação, ajuda na moralidade e a manter e conservar a saúde do corpo.
SALMO 45:
Traz a beleza para a paz espiritual a jovialidade e estimula o talento dos artistas, traz popularidade.
SALMO 46:
Afasta a discórdia, estimula a credibilidade e a devoção na fé. Dá inspiração para os músicos.
SALMO 47:
Estimula a realização e o reconhecimento profissional, promove a admiração e a coragem e a firmeza de propósitos.
SALMO 48:
Promove a grandiosidade na solidificação de ideias e conceitos. Ajuda a proceder com sabedoria e afasta a ignorância.
SALMO 49:
Promove a sabedoria para estabelecer-se de novo, restaurar-se, reconstruir-se, mudar rapidamente.
SALMO 50:
Estimula a doação. Ajuda para alcançar o perdão a firmeza e a perseverança nos ideais. Ajuda a disciplina e a lealdade.
SALMO 51:
Para extinguir as maledicências a inveja e cobiça dos outros. Estimula a compaixão e a descoberta de benefícios em prol da humanidade.
SALMO 52:
Estimula a franqueza para o êxito nos negócios e obter rapidez em ajuda solicitada e vitória nas dificuldades.
SALMO 53:
Favorece a meditação e assuntos religiosos.
SALMO 54:
Elimina a angústia, protege contra inimizades, importunações e receios e ajuda contra falso testemunho.
SALMO 55:
Afasta a ansiedade, combate a crueldade e o inimigo oculto e dá proteção em viagens aéreas.
SALMO 56:
Para ter êxito nos empreendimentos, contra o temor, combater a melancolia e a angústia e perturbações fisiológicas
SALMO 57:
Desperta para a destruição de forças negativas combater fraudes e inverdades. Para alcançar a justiça divina.
SALMO 58:
Promove o julgamento para a defesa contra pessoas maldosas e ferinas e exclui as forças do mal.
SALMO 59:
Afasta o perigo, estimula o reconhecimento de esforço e desempenho profissional. Afasta abalos terrestres e promove o sucesso em contatos estrangeiros.
SALMO 60:
Afasta a fragilidade e faz sobressair a verdade e a autenticidade de algo. Estimula o poder de decisão.
SALMO 61:
Traz a tranquilidade para atrair fidelidade dos subordinados, protege contra roubos e infrações e promove o sucesso profissional.
SALMO 62:
Traz a esperança para a conquista de terra fértil e produtiva, a boa colheita. Estimula o bom resultado nas causas judiciais.
SALMO 63:
Dá ânimo para afastar caluniadores e oportunistas. Inspira a sabedoria e ajuda a exercer a paciência.
SALMO 64:
Afasta a desconfiança e auxilia no reconhecimento de graças recebidas. Traz a ativação de pendências e sucesso e fama para autores e escritores.
SALMO 65:
Promove o vigor para atenuar o sofrimento da doença, focar no objetivo e entusiasmo para o ano que começa.
SALMO 66:
Para a regularizar o sono, afastamento da tristeza e desestímulo e promover a justiça social.
SALMO 67:
Para aceitar novo lugar de moradia, pessoal ou profissional. Para o alívio e conforto no desespero, além de êxito em viagens.
SALMO 68:
Alívio para eliminar más ideias e projetos. Contra abandono, desencanto e injustiças.
SALMO 69:
Dá coragem para resgatar dívidas, confiança em empréstimos e sucesso profissional.
SALMO 70:
Auxilia contra os incêndios, quedas. Favorece a vida longa e dá moderação às pessoas.
SALMO 71:
Protege o idoso, promove a igualdade social, paz fraternidade sucesso e êxito profissional.
SALMO 72:
Estimula a paz para eliminar vícios, elevar a força e o vigor. Promove o lar farto e abundante.
SALMO 73:
Para situações de perda, para resolução rápida de problemas, honrar os humildes proteção de maledicências.
SALMO 74:
Para casos de rejeição, para ganhos de causas judiciais, auxiliar os mais necessitados e concluir na solução de problemas profissionais conturbados.
SALMO 75:
Auxilia na decisão em casos de partilha e renovação. Afastar inimizades. Confere a paz progressiva.
SALMO 76:
Ajuda na conquista para o equilíbrio da paz e da espiritualidade, buscar o bem comum e a meditação.
SALMO 77:
Concede a misericórdia, combate o exagero e ajuda a esquecer o passado. Concede o êxito em viagens estrangeiras.
SALMO 78:
Dá o ensinamento para o auxílio na força de expressão e afasta a falta de clareza e coerência.
SALMO 79:
Para destacar-se profissionalmente e ser reconhecido pelo talento.
SALMO 80:
Encoraja os que tem dom para cumprir missões. Ajuda a aprender idiomas traz harmonia.
SALMO 81:
Combate a depressão, ajuda nos estudos ampara e protege os órfãos e ajuda a compreensão.
SALMO 82:
Ajuda a tirar dúvidas anular angústia e a inquietação. Promove mudanças positivas á curto prazo.
SALMO 83:
Afasta a amargura e ajuda no reconhecimento e respeito. Promove o carinho mútuo, a devoção e a fé.
SALMO 84:
Traz a felicidade e ajuda na permanência e na estabilidade no emprego. Preserva do mal.
SALMO 85:
Promove a reconciliação, permite o alcance de benefício solicitado, e dá coragem para confrontar o inimigo.
SALMO 86:
Concede a graça pedida, permite o aparecimento e reconhecimento da verdade e o triunfo de todos os empreendimentos.
SALMO 87:
Favorece a imprensa e o comércio de livros. Protege os artistas, faz descobrir as coisas ocultas e livra dos inimigos.
SALMO 88:
Afasta o sofrimento, preserva a posição social, evita tentações e provocações. Anula mágoas e ressentimentos.
SALMO 89:
Dá sabedoria, protege os marinheiros, pilotos e pescadores.
SALMO 90:
Para cultivar a generosidade, alcançar cargos, fazer as pessoas manterem a palavra, ajudar a conseguir empréstimos.
SALMO 91:
Proteção. Invoca Arcanjo Miguel. Invoca todos os Anjos, para diversas finalidades.
Para sua proteção pessoal ou da sua família, recite ou cante o Salmo 91.
SALMO 92:
Inspira a gratidão e a criatividade. Permite a obtenção da saúde mental e física.
SALMO 93:
Para viver bem com todos, confundir os maldosos e orgulhosos, ajudar os humilhados e decaídos.
SALMO 94:
Expulsa os maus espíritos e protege as produções agrícolas.
SALMO 95:
Dá humildade para facilitar a compreensão, estimula a expectativa positiva naquilo que se deseja e concede a paz coletiva entre as pessoas.
SALMO 96:
Concede o triunfo para dilatar e estender a generosidade, a imparcialidade e integridade.
SALMO 97:
Ajuda a desenvolver a intuição e conservar as amizades.
SALMO 98:
Dá a alegria e favorece encontros pessoais. Serena ambientes profissionais e pessoais.
SALMO 99:
Concede a bondade para eliminar a depressão e a angústia. Estimula a intuição e o pressentimento e permite a percepção dos acontecimentos.
SALMO 100:
Auxilia no desvio de maus elementos, anula a arrogância e o orgulho. Afasta pessoas mal intencionadas.
SALMO 101:
Para quem deseja ter filhos.
SALMO 102:
Ajuda a desenvolver a paciência, manter-se no emprego e ter êxito na execução de trabalhos difíceis.
SALMO 103:
Para desviar e aliviar transtornos da natureza como temporais, desabamentos.
SALMO 104:
Ajuda a obter integridade, revela as verdades nos processos.
SALMO 105:
Ajuda a ser bem sucedido em qualquer situação.
SALMO 106:
Responsabilidade para inspirar na escolha de nova moradia. Proteção contra fracos e oprimidos. Auxilia na inovação.
SALMO 107:
Para permitir a transformação, para a união contra os desafetos, para preservar a verdadeira amizade.
SALMO 108:
Ajuda na relação com pessoas invejosas.
SALMO 109:
Para auxílio nas dificuldades e afastar negatividades do passado.
SALMO 110:
Traz a autoconfiança, ajuda a honrar a palavra, traz habilidade na comunicação social.
SALMO 111:
Faz alcançar o boom senso para atrair paz e felicidade, ajuda a dar bons exemplos e afasta os oportunistas.
SALMO 112:
Protege os corretores de valores. Influencia a imprensa.
SALMO 113:
Ajuda a obter o sucesso desejado.
SALMO 114:
Traz harmonia familiar e ajuda a achar o parceiro ideal.
SALMO 115:
Traz a Verdade e afasta enganos e mentiras.
SALMO 116:
Para alcançar a paz universal, pedidos de casamento.
SALMO 117:
Ajuda na conquista de amizades e para alcançar sabedoria em momentos de dificuldade e alcançar confiabilidade.
SALMO 118:
Protege quem procura a verdade e quem trabalha em correios.
SALMO 119:
Nos protege contra pessoas incrédulas, ajuda os estudiosos de sacerdócio.
SALMO 120:
Ajuda na conquista de sucesso, contra tempestades, protege as viagens e os comerciantes.
SALMO 121:
Para solucionar preocupações financeiras, ajuda no carma e na imparcialidade.
SALMO 122:
Pedir pela fraternidade e dispor do auxílio familiar, não permitir o abandono, auxiliar na obediência.
SALMO 123:
Para evitar o desprezo. Protege contra roubos e violência Realiza e concretiza anseios e desejos.
SALMO 124:
Proteção para alcançar a glória e o triunfo, para progredir e prosperar.
SALMO 125:
Para alcançar o discernimento para afastar momentos aflitivos, aliviar a angustia do sofrimento e trazer a consolação.
SALMO 126:
Sorte para a família, saúde, serenidade e harmonia, prosperidade.
SALMO 127:
Auxílio para o progresso no trabalho e a melhora da condição financeira. Progresso social.
SALMO 128:
Auxilia para a prosperidade e a longevidade. Protege contra a impunidade, anula a injúria e a ostentação.
SALMO 129:
Persistência para acalentar os que sofrem descobrir o que é verdadeiro e real.
SALMO 130:
Protege contra a agressividade, proporciona paz interior.
SALMO 131:
Calma para conseguir o sono reparador, para melhor compreensão e discernimento pessoal.
SALMO 132:
Para manter a concordância e harmonia conjugal, abolir a fadiga e conquista do amor ao próximo.
SALMO 133:
Para exaltar o bom exemplo e tirar proveito de ensinamentos e lições.
SALMO 134:
Para exaltar a fé em Deus. A fidelidade sinceridade e paz.
SALMO 135:
Inteligência para ascensão profissional, equilíbrio na contrariedade e infortúnio.
SALMO 136:
Entusiasmo para a chegada da recompensa esperada. Elevação espiritual.
SALMO 137:
Para auxílio e proteção aos humildes e desamparados. Para agilizar desejos solicitados.
SALMO 138:
Para vencer momentos difíceis, para o progresso e amainar o saudosismo.
SALMO 139:
Afasta os maldosos, as forças negativas e protege contra as injustiças.
SALMO 140:
Para agir com cautela com a palavra, alcançar confiabilidade e bons relacionamentos.
SALMO 141:
Prudência para desencadear pendências judiciais e para livrar contra empecilhos e obstáculos.
SALMO 142:
Para atingir o reconhecimento merecido, dissipar o desalento e atingir a alegria interior.
SALMO 143:
Para alcançar o equilíbrio, inibir a vaidade e a arrogância desmedida, trazer a bonança e calmaria.
SALMO 144:
Ajuda a resolver qualquer problema e a tomar a decisão certa.
SALMO 145:
Libertação para alcançar a fé absoluta e credibilidade no âmbito superior.
SALMO 146:
Para a união das crenças e benefício à natureza. Inspiração para exercer a fé absoluta.
SALMO 147:
Para resguardar e amparar contra desonestos e ter boas notícias de pessoas ausentes.
SALMO 148:
Para reconhecimento de toda graça recebida.
SALMO 149:
Para exaltar a vitória sob toda energia maléfica e superação de dificuldades.
SALMO 150:
Louvor para a paz entre as pessoas, agradecimento e reconhecimento de todos os méritos recebidos.


N.A- Os salmos foram escritos por diversos autores os mais significativos foram os Reis David e Salomão

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

O PARADIGMA ADONITA

M. SELAHT
Do livro Magia passo a passo, a escada de Jacó

Adonita vem do nome de nosso primeiro pai, Adão (Adon Kadmon) significa senhor.
Há dois paradigmas para a origem da raça humana. O criacionista e o evolucionista.
Nessa época não havia preconceitos e a criatura Adão era pura segundo os escritos sagrados da Torá, em Gen.-2: 21a 24.
D’us, então, da ilharga de Adão criou Eva, o primeiro “clone”, uma espécie de Adão feminino, o outro lado de Adão.
Sabe-se que, geneticamente, a hodierna ciência tanto pode determinar o sexo de um feto, como clonar outro ser idêntico.
Pessoalmente considero a clonagem de um ser humano completo uma tentativa de imitar o criador e portanto, uma heresia). Mas concordo em clonar órgãos,  para salvar vidas.
Em Gênesis 2:24 D’us conclama a que se unam em uma mesma carne.
Os dois paradigmas que tentam explicar a origem da humanidade:
Paradigma Criacionista a raça humana foi criada por D’us  
Paradigma Evolucionista
É o que acredita que a raça humana é uma evolução de um ser semelhante ao macaco, o elo perdido, quando, por razões desconhecidas, os símios e os humanos viveriam evoluções separadas. É a hipótese Evolucionista.
Cientificamente, não é possível afirmar que esta seja a hipótese verdadeira, porque, também não foi possível explicá-la completamente.
A origem da “Raça Humana”.
Estudos publicados de Filologia (a ciência que estuda as línguas) mostram que comparando as línguas conhecidas, inclusive as mortas, foram encontradas palavras comuns, com o mesmo significado.
Esses estudos científicos levam à hipótese de que, inicialmente, houve uma só língua, comum a todos os seres humanos. Será essa a prova circunstancial de que houve uma só raça e uma só língua na terra? A dificuldade em aceitar essa hipótese está em que esses estudos não são da ciência aplicada, ou seja, não resultariam em dinheiro. A ciência pura apenas provaria, quem sabe, e como penso, que a raça humana é una como a linguagem primitiva o foi. E por isso esse resultado não interessaria aos preconceituosos ou aos ateus.  Seria como mexer em casa de marimbondo.
Nosso propósito, entretanto, não é o de defender nenhuma das hipóteses, mas o de, a partir de um documento escrito e aceito também como verdadeiro pelas seitas cristãs (o catolicismo não é religião como o protestantismo e o espiritismo também não (é um fenômeno que Alan Kardec tentou estabelecer como uma nova religião) o são. Religião é o Cristianismo). O verbo latino religare significa religar, no sentido religioso, de religar a D’us e não ao “mundo dos espíritos”. 
Durante mais de dois milênios, uma grande mentira tem constrangido pessoas que não conhecem os escritos sagrados.
Embora conheçam e creiam em falsos ensinamentos por julgarem seus sacerdotes representantes de D’us. Só que D’us é verdade, é UNO e abomina a mentira Exo.20
O pecado original:
D’us determinou que não comessem o fruto da árvore proibida e Eva o comeu. E o deu a seu esposo. O fruto, não se sabe qual foi, nada faz crer que seria uma maçã nem há pistas que levem a suposições. A escrita trata do assunto em sentido figurado.
O pecado foi assim o da desobediência a uma ordem do Criador.
Porque a relação sexual entre Adão e sua mulher seria um pecado segundo os ensinamentos cristãos? Não sabemos. Mas sabemos que em Gen. 2:24 D’us manda que se unam em uma só carne.   Onde está então o pecado? (Apregoado pela seita Católica Romana).
Como é triste ver uma mentira, manchar de forma tão sórdida o sublime ato da criação.
É a palavra de D’us sendo adulterada pela palavra do homem. Alguns deles (os Papas) se dizem infalíveis e aceitam ainda o título de Santidade.
A vaidade e a corrupção são mesmo ilimitadas como é a cegueira dos fanáticos “cegos pela ignorância” e não pela fé (nosso grifo).

As conseqüências da desobediência:
Adão e sua mulher perdem a inocência: Passam a conhecer o bem e o mal, mas passam também a ter o dom do discernimento entre o certo e o errado.
Nesta fase, vemos os castigos e a remissão, a morte e as doenças, mas também as ervas medicinais e a cura pelas plantas e frutas. D’us provê os meios de subsistência e prepara o casal primordial para sua missão de povoar a terra. O nome Eva significa “Mãe de Todos os Viventes”.

Nota do autor:
Esse comentário, despido de qualquer preconceito, visa a estabelecer a verdade e estimular a leitura dos Livros Sagrados. Acreditamos que o leitor, mesmo com um mínimo de discernimento e que desejar a verdade a buscará, sem o temor próprio dos que preferem, por comodismo ou má fé, ignorar a Verdade como ela é e que desde o “Beresit”, princípio, o portal do Criador nos dá elementos essenciais para vivermos em perfeita harmonia segundo Sua LEI.
Nesse principio de milênio, em escolas ditas religiosas, que deveriam estar ensinando a Palavra do “Santo Bendito Seja o Seu Nome” os internos aprendem vícios, pederastia, pedofilia e lesbianismo. Vícios que a lei dos homens por pressão e atendendo a desejos desses grupos de interessados tornou legais.

 

O PARADIGMA NOAHQUITA

Mago. Selaht
Do livro “Magia passo a passo, a escada de Jacó

O nome Noahquita vem de NOAH, (NOÉ) cujo nome significa consolador ou descanso em hebraico.
Noah ou Noé vivia com seus familiares uma época de grande imoralidade e malícia.
(Gên. 6:5 “quando os pensamentos eram aplicados ao mal”.)
Foi quando D’us resolveu eliminar toda a corrupção da face da terra incluindo humanos e animais.
Noé era um homem digno, foi um homem   Justo e Perfeito, achou graça diante do Senhor e andou com Deus.
O segundo Pai da Raça Humana teve três filhos: Sem (Shem) que significa fama, Cam (Ham) que significa quente e Jafé, (Iafet) que significa D’us aumenta, ou beleza.
D’us comunica a Noé sua intenção de exterminar os seres vivos da terra.
Gên. 6:11. Ora toda terra estava corrompida, (porque toda carne tinha corrompido o seu caminho sobre a terra)
Deus ordena a construção da Arca a Noé:
Gên. 6:14. Faze para ti uma arca de madeira alisada. Farás nela uns pequenos repartimentos e betumá-la-ás por dentro e por fora.
D’us estabelece as medidas da arca e os procedimentos de sua construção e determina que Noé abasteça a arca de alimentos e ordena que sejam recolhidos (1) sete machos e sete fêmeas de cada espécie incluindo as aves do céu.
D’us estabelece uma aliança com Noé e manda que entre na arca com os animais e seus familiares, esposa, filhos e as esposas de seus filhos.
Estavam no ano em que Noé completou 600 anos.

A Grande Tempestade
Por quarenta dias e quarenta noites, (segundo a Cabala 40= 4+0=4 o número da construção e da destruição ou da construção a partir da destruição) a chuva foi inclemente e as águas cobriram a terra por cento e cinquenta dias. ( 150+ 1+5+0= o seis é chamado de número da gestação, da coisa pensada sem pressa. É também um número de equilíbrio).
O Senhor manda então ventos para que sequem a terra, aos vinte e sete dias do sétimo mês.
(27= 7+2=9 o número da terminalidade, da obra completa, do fim de um ciclo.
A arca encalhou sobre os montes Ararat.
No ano seiscentos e um da vida de Noé, no primeiro dia do primeiro mês, Noé olhou a terra à sua volta e a reconheceu como seca.
No dia vinte e sete do segundo mês, D’us falou a Noé e lhe disse: [Gên.8:15. Sai da arca Tu e Teus filhos, Tua mulher e as Mulheres de Teus filhos, e faze sair todos os animais.
Noé cumpriu o que o Senhor lhe ordenara.
D’us disse: [Gên: 8:17 “CRESCEI E MULTIPICAI-VOS”]
Edificou, então, a D’us, um altar e tomando um de cada animal sacrificou-os ao Senhor. [Gên. 8:20.]
D’us estabelece com Noé que a humanidade não voltará a ser castigada com um Dilúvio e como símbolo da aliança com Noé aparece no céu um Arco-Íris.

Os Filhos de Noé e o Paradigma Noahquita
Dos três filhos de Noé, surgiu a nova Raça Humana. Essa é a origem da nova raça humana que irá povoar a terra.
Portanto, a partir dessa geração, dos filhos de Noé, hebreus somos todos nós. Assim sendo, não há razão para divisões religiosas ou sectarismos.

O Paradigma Noahquita

Esta é a “Chave de Marfim” que a Torá nos indica para o Ecumenismo sem mágoas, sem dúvidas e pela graça de Adonai.

Notas do Autor:
(1) sete machos e sete fêmeas de cada espécie, porque sete é o número perfeito porque contém o quadrado e o triângulo ou seja o quatro e o três cuja soma é sete.  Seis é outro número cabalístico que frequentemente aparece nos Livros Sagrados, a estrela de seis pontas é o símbolo do equilíbrio porque contém dois triângulos eqüiláteros opostos, a soma de três mais três é seis o numero cabalístico do equilíbrio e das decisões tomadas após demorada reflexão, e chamado de número da “Gestação”.
Um rito Maçônico, o Adonhiramita, presta uma homenagem a esse grande exemplo de caráter e fé incorruptíveis que foi Noé.  E concede aos que atingem esse grau de perfeição o título de “Cavaleiro Noahquita.” em homenagem a Noé.
Prestamos aqui também a nossa homenagem aos Irmãos da Arte Real que seguem o exemplo desse hebreu, cujo comportamento é raro em nossos dias.
Para os estudiosos da Cabala as datas em que os eventos aconteceram são uma fonte de maior e mais profunda reflexão.
Aos nossos irmãos muçulmanos, filhos de Shem, semitas como os Judeus e descendentes de Ismael, primeiro filho de Abraão com Agar a Egípcia, dedicamos O PARADIGMA NOAHQUITA na certeza de que os laços entre irmãos serão cada vez mais estreitos e que o único sangue derramado em nome de nosso D’us uno e verdadeiro seja o da circuncisão. Que o arcanjo Gabriel seja nossa testemunha. Amem.
À Maçonaria, onde a palavra Ecumenismo é desnecessária, pois para os maçons todos são iguais, respeita todos os credos.
Nota da Redação:

O Dilúvio é um acontecimento comprovado cientificamente, por arqueólogos e outros cientistas. As provas foram publicadas pela revista Geográfica Universal.
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Portal Mensageiro - O Portal da Sabedoria