HOME QUEM SOMOS COLUNISTAS ESPECIALIZADOS PROPOSTA EDITORIAL TUTORIAL FALE CONOSCO
   
ASSUNTOS
  CRISTALOTERAPIA  
  ASTROLOGIA
  ESOTERISMO
  MAÇONARIA
  MAGIA
  MITOLOGIA
  RELIGIÕES
  ROSACRUZ
  SOCIEDADES SECRETAS
  TEOSÓFICA
  ARTES CÊNICAS
  ARTES PLÁSTICAS
  ARQUEOLOGIA
  AUTOMOBILISMO
  AVIAÇÃO
  BIODIVERSIDADE
  CIÊNCIAS
  CULINÁRIA
  DIREITO
  ESPAÇOS CULTURAIS
  ESPETÁCULOS
  ESPORTES
  ESPORTES AÉREOS
  ESTÉTICA E BELEZA
  HISTÓRIA
  INFORMÁTICA
  LITERATURA
  MEDICINA E SAÚDE
  MODA
  MONARQUIA
  MUSEUS
  NOTÍCIAS
  OVNIS
  POLÍTICA E ECONOMIA
  PSICOLOGIA
  TURISMO
  UTILIDADE PÚBLICA
 
 
ANGELOLOGIA | CRISTAIS | CRISTALOTERAPIA | CROMOTERAPIA | FENG SHUI | I CHING | INCENSOS | IRIDOLOGIA
MISTÉRIOS | NUMEROLOGIA | ORÁCULOS | PERFUMES | RADIESTESIA | TARÔ | VELAS
 
 
   
MATÉRIA CRISTALINA

Os cristais são matéria sólida onde os átomos e moléculas estão ordenados e estruturados. Essa é a diferença mais significativa entre cristais e qualquer outra matéria sólida (amorfa).

O cristal de cloreto de sódio (NaCl)
Tomemos como exemplo o cristal mais comum da natureza, presente em nosso corpo e parte do mecanismo de absorção de energias sutis como significativo regulador da pressão arterial.

O cristal de cloreto de sódio é um cubo perfeito, é matéria sólida onde átomos e moléculas. Estão ordenados e estruturados, refletem o arranjo básico dos átomos de sódio e cloro que o constituem. Essa ordem estrutural harmoniosa é utilizada de muitas maneiras pela física em nossos dias e seu efeito é chamado de piezelétrico.

Essa propriedade possibilitou a descoberta da freqüência fixa dos cristais e a freqüência de rádio que pode ser variada pela lapidação dos cristais.

A supercompressão empurrando os elétrons para uma órbita interna, liberando em seguida a compressão, faz com que o cristal emita luz visível de radiação eletromagnética.

Um cristal de coríndon (óxido de alumínio puro) não tem cor, mas se alguns átomos de alumínio forem substituídos por átomos de cromo, o cristal torna-se vermelho e se transforma em um RUBI, com larga aplicação nos aparelhos de laser. Se substituirmos alguns átomos por titânio, temos a SAFIRA. É o mesmo mineral coríndon do rubi, mas essas pequenas alterações fazem toda a diferença quando se trata de cromoterapia, pois os efeitos da cor azul da safira não são iguais à coloração pigeon blood do rubi.

Tratamentos pela cor, aplicação de pedras preciosas e sua analogia com o espectro luminoso.

Não sabemos até que ponto os povos antigos tinham esse conhecimento sobre cristais e seus empregos diversos, mas com toda a certeza conheciam as suas aplicações práticas.

A vibração interior do cristal tem algumas propriedades como a luz e a cor de um determinado comprimento de onda.

Tais vibrações têm propriedades curativas sempre que tal vibração for necessária para harmonizar uma pessoa ou animal, (disso certamente os sábios antigos, MAGI, tinham pleno e comprovado conhecimento.

Água colorizada

Água destilada submetida à cor adequada para cada tipo de enfermidade, quando ingerida pode curar. É a água usada como remédio de vibração pura. Água química e eletricamente pura (por ser destilada, não condutiva), e isenta de sais minerais.

A água pode receber também sais minerais; é outra forma de usar água como veículo de cura: água mineralizada, ou ser exposta ao sol, água solarizada.


O tratamento pela cor acontece pelo uso da energia da luz filtrada por filtros que deixem passar somente a cor desejada.

Os remédios homeopáticos fazem efeito assim. Se analisados em laboratório, parecem água pura, pois, as quantidades são infinitamente pequenas. O mesmo acontece com remédios radiônicos, preparados apenas com a vibração.

A qualidade do movimento da vibração sutil, neste caso, é o que constitui o remédio e não seu aspecto químico.
No oriente usam até pedras preciosas trituradas para que sua cor penetre através das energias emocionais, mentais e físicas.

M. Selaht
Do livro Magia Passo a Passo, a Escada de Jacó.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Portal Mensageiro - O Portal da Sabedoria