HOME QUEM SOMOS COLUNISTAS ESPECIALIZADOS PROPOSTA EDITORIAL TUTORIAL FALE CONOSCO
   
ASSUNTOS
   
  ASTROLOGIA
  ESOTERISMO
  MAÇONARIA
  MAGIA
  MITOLOGIA
  RELIGIÕES
  ROSACRUZ
  SOCIEDADES SECRETAS
  TEOSÓFICA
  ARTES CÊNICAS
  ARTES PLÁSTICAS
  ARQUEOLOGIA
  AUTOMOBILISMO
  AVIAÇÃO
  BIODIVERSIDADE
  CIÊNCIAS
  CULINÁRIA
  DIREITO
  ESPAÇOS CULTURAIS
  ESPETÁCULOS
  ESPORTES
  ESPORTES AÉREOS
  ESTÉTICA E BELEZA
  HISTÓRIA
  INFORMÁTICA
  LITERATURA
  MEDICINA E SAÚDE
  MODA
  MONARQUIA
  MUSEUS
  NOTÍCIAS
  OVNIS
  POLÍTICA E ECONOMIA
  PSICOLOGIA
  TURISMO
  UTILIDADE PÚBLICA
 
  CERÂMICA | ESCULTURA | GRAVURA | PINTURA  
 
   

São Paulo 4 de março de 2005

Sr. Editor

Sou espírita praticante e gosto de assuntos ligados ao exoterismo em geral. Nessa parte o portal Mensageiro é ótimo.
Minha dúvida está na parte jornalística; noto que o nome do pintor Manuel Vieira vem sendo muito alardeado enquanto nas reportagens os outros premiados não aparecem. O que considero injusto e antiético.
E o retrato do seu Prefeito?
Quanto será que o povo do Rio de Janeiro pagou para que seu Prefeito fosse retratado?
Acho que transparência e caldo de galinha não fazem mal.
Desculpe-me, mas essa não seria uma prática jornalística errada?
Peço que a resposta desta carta seja publicada no site, para que democraticamente todos tenham a mesma informação.

Atenciosamente,
Dr. Julio Conny, São Paulo.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Resposta ao leitor, conforme solicitado.

Rio de janeiro 7 de março de 2005

Caro Dr. Júlio Conny,

Nós também gostamos de esoterismo, só que com s, que é a busca da partícula divina dentro de nós e o estudo científico dos grandes mistérios da humanidade.
As matérias jornalísticas ou não estão ligadas a um objetivo maior, que é a nossa Proposta Editorial que, obviamente, o senhor não leu. Enquanto outros veículos de comunicação mantêm em suas reportagens pessoas públicas e já famosas, nosso portal procura dar oportunidade para que pessoas de valor comprovado tenham uma oportunidade de se tornarem conhecidas e quem sabe, famosas um dia.

É o caso do pintor Manuel Vieira.

Nossa ótica é mostrar logo quem são essas pessoas, para que ocupem logo o lugar que já merecem, que conquistaram por esforço próprio, mas que ninguém sabe ainda.
Nossa proposta é divulgar fatos positivos e completos ouvindo as partes envolvidas e confirmando as notícias. Dentro desse enfoque, deixamos de publicar fatos desagradáveis e a nosso ver vergonhosos e antiéticos.
Nas exposições de arte em que Manuel Vieira participou, levou apenas um quadro, enquanto outros compareceram com vários. Há exposições com mais de cem concorrentes.
Nas ocasiões em que não obteve a premiação máxima, o pintor teve como concorrentes membros da comissão julgadora e parentes destes, o que mesmo sendo permitido pelos regulamentos, é indecente e desleal.
Esse fato foi por nós anotado para ser publicado, quando tivemos acesso à lista de julgadores e à dos expositores. O pintor Manuel Vieira, entretanto, pediu ao Editor deste portal que esses fatos desagradáveis, e que são freqüentes, não viessem a público por achar que já é um vício antigo e que não seria mudado. (concordamos com ele)
Cabe ao bom jornalismo mostrar a verdade onde quer que esteja, doa a quem doer, mas, caro leitor, achamos que preservar um artista que é uma grata revelação e que deveria ser orgulho de todos os brasileiros, inclusive do senhor, que busca, acredito, estabelecer os fatos e que não compareceu a nenhuma das exposições estando, portanto, sem meios de avaliação .
Quanto ao retrato do Prefeito, o senhor mostra que não leu a reportagem na página principal.
Manuel Vieira presenteou o cidadão César Maia com o retrato por ser admirador do trabalho incansável e dedicado dele como prefeito para que o Rio volte a ser um orgulho para o Brasil como porta de entrada de divisas e turismo. Mostrar esse trabalho de infra-estrutura , que não aparece e é grande alcance social é obrigação de qualquer jornal que pratica um jornalismo eqüidistante. Temos uma página dedicada a isso onde a Prefeitura expressa sem mordaças o seu trabalho, as matérias são publicadas como chegam e com a chancela da Prefeitura.
Quem sabe, um dia o senhor terá o seu “trabalho em prol da humanidade reconhecido” e também mereça ter seu retrato pintado por um pintor tão bom quanto o excelente Manuel Vieira.
Lembre-se criticar é fácil difícil é fazer.

Flavio P. Ramos
Prof. Universitário
Diretor Editor

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Portal Mensageiro - O Portal da Sabedoria